Projetos Integradores Brazcubas: entenda a importância para a graduação

 

A teoria é importante, mas sem a prática a formação dos profissionais é prejudicada. É essa a ideia que orienta os Projetos Integradores da Brazcubas. Presentes em todos os cursos, eles conseguem aproximar os estudantes da realidade que vão encontrar no mercado de trabalho.

Além disso, cumprem outra função importante: preparar o aluno para as suas pesquisas acadêmicas. Essa área nem sempre é valorizada, mas não se engane. É bastante enriquecedor para o seu processo de capacitação profissional participar de atividades desse tipo.

Se você está pensando em fazer um curso universitário, é importante analisar como a faculdade trabalha essa integração entre teoria, prática e pesquisa. No caso da Brazcubas, um dos pontos fortes são justamente os Projetos Integradores.

Neste post, vamos explicar como eles são realizados e esclarecer todas as suas dúvidas. Acompanhe!

Entenda os Projetos Integradores Brazcubas

Devido à sua relevância, os Projetos Integradores Brazcubas estão presentes em todos os cursos e modalidades — presencial, semipresencial e EAD. E tem mais: acontecem em todos os semestres.

Esse processo continuado é importante, porque permite que o aluno desenvolva melhor suas competências na realização desse tipo de trabalho. Isso significa que, no decorrer do curso, ele tem condições de avançar nas pesquisas e aprimorar a qualidade dos projetos.

Para garantir que isso aconteça na prática, a estrutura acadêmica é organizada de forma a fornecer todo o apoio necessário. Nos cursos de bacharelado, são os professores dos Projetos Integradores que orientam os Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC).

Outra característica importante: a proposta multidisciplinar. Ou seja, as iniciativas devem envolver os conhecimentos adquiridos nas diversas disciplinas ministrados nos cursos no semestre.

E, como a ideia é reforçar o aspecto prático da profissão escolhida, os estudantes são incentivados a desenvolver projetos que possam ser aplicados na solução de problemas da sociedade.

Isso significa que, ao participar desse tipo de iniciativa, o aluno passa a ter um papel mais ativo, saindo da posição de aprendiz. O objetivo é que ele entenda como pode ser um agente de transformação.

Vamos detalhar melhor isso no próximo tópico. Confira!

Saiba por que os Projetos Integradores são importantes

1. Resolução de problemas

Ao desafiar os alunos a encontrar soluções para problemas enfrentados pela sociedade, o Projeto Integrado, independentemente da área, ajuda no desenvolvimento de uma competência bastante requisitada no mercado de trabalho: autonomia.

É muito difícil chegar à resolução de determinado problema se a pessoa não tiver iniciativa, buscar uma abordagem diferenciada para aquela questão. O objetivo é que ela consiga, a partir da orientação adequada, direcionar melhor os seus esforços, aplicando o conhecimento adquirido para fazer novas descobertas.

Entre os exemplos nas Brazcubas, podemos citar os protótipos desenvolvidos pelos estudantes dos cursos de Engenharia.

2. Iniciação científica

O melhor caminho para entender determinada teoria é a pesquisa. Se pretendemos dominar tal assunto, temos que buscar referências, compreender como aquele tema tem sido estudado e aplicado.

Essa geralmente é a base de um trabalho de iniciação científica. O aluno, com a ajuda do orientador, parte para a pesquisa acadêmica, concentrando-se nos aspectos que vão ajudar a gerar novos aprendizados sobre aquela área.

Nesse contexto, os Projetos Integradores têm grande relevância, uma vez que conduzem o aluno para a aplicação de um conhecimento específico, o que facilita depois o trabalho de pesquisa.

3. Aproximação interdisciplinar

Quando pensamos em qualificação profissional, é muito difícil imaginar que isso possa ser feito sem valorizar a interdisciplinaridade. Por isso, na universidade, é fundamental que o aluno aproveite as oportunidades para aplicar os conhecimentos adquiridos nas diferentes matérias cursadas.

As grades curriculares são organizadas de forma a cobrir as habilidades exigidas no exercício daquela profissão. E atividades como os Projetos Integradores são cruciais para que o aluno se dê conta da importância de cada disciplina na sua formação e perceba como elas são complementares.

Veja como obter experiência profissional na faculdade

No dia a dia da universidade, há outras atividades que ajudam o estudante a entender melhor como funciona, na prática, o seu mercado de trabalho. Confira nossas dicas:

Trabalho voluntário

Realizar trabalhos voluntários é uma excelente forma de aplicar o conhecimento adquirido na sociedade. O ideal, nesse caso, é que você procure desenvolver atividades relacionadas à sua profissão.

Além do benefício de ajudar quem precisa, iniciativas do tipo são cruciais até para o seu autoconhecimento. Ao atuar na área, fica mais fácil perceber quais atividades lhe deixam mais confortável e despertam o seu interesse.

Estágio não remunerado

Na mesma linha, se tiver condições para fazer isso, aproveite as oportunidades para realizar estágios não remunerados. É mais fácil obtê-los e eles podem ser um diferencial importante para conseguir posições melhores no decorrer da sua jornada profissional.

O principal, nessas situações, é buscar empresas ou instituições que contribuam de forma efetiva com o seu aprendizado. Lembre-se de que esse pode ser o primeiro passo para que, numa etapa seguinte, você consiga um estágio remunerado.

Projetos de monitoria

Nem sempre os estudantes se dão conta disso, porém, o ambiente acadêmico, além do conhecimento propriamente dito, oferece boas oportunidades para quem pretende ampliar suas chances no mercado de trabalho.

Participar de atividades como os projetos de monitoria será importante em vários sentidos. Primeiro, pela proximidade com os professores e alunos — você aumenta as chances de mostrar o seu potencial. Segundo, amplia a sua visão sobre como aquele conhecimento adquirido nas disciplinas é aplicado em diferentes situações.

Pense nisso: num ambiente tão competitivo como o enfrentado atualmente no mercado de trabalho, nenhuma oportunidade deve ser desperdiçada. A demanda por mão de obra qualificada é alta nas empresas, por isso, não duvide da importância das atividades extracurriculares para diferenciar o seu currículo num processo de seleção.

Não é fácil conciliar as diferentes atividades, mas pense que os seus esforços serão recompensados. Mesmo que não contem com experiência formal, atividades acadêmicas bem realizadas ampliam o seu conhecimento. Isso não serve apenas para valorizar o seu currículo; melhora também o seu desempenho, por exemplo, nas entrevistas.

Ao se envolver em atividades que unem teoria, pesquisa e prática, como os Projetos Integradores, os estudantes ganham algo que é cada dia mais valorizado no mercado de trabalho: autoconfiança. Quem tem isso vai muito mais longe, até por que não tem consciência da necessidade de buscar novos aprendizados, correto?

Gostou do artigo? Quer mais dicas sobre como aproveitar melhor as oportunidades oferecidas pelo ambiente acadêmico? Assine a nossa newsletter e tenha acesso a diversos conteúdos exclusivos sobre o assunto.

 

Deixe um comentário