Como conseguir bolsa do Prouni para EAD?

Você quer fazer uma graduação a distância, mas não consegue arcar com as despesas da faculdade? Saiba que é possível conseguir uma bolsa integral ou parcial por meio do ProUni para EAD.

Isso mesmo! Muitos alunos desconhecem, mas o programa também é destinado para cursos dessa modalidade nas instituições de ensino particulares.

Quer entender como funciona o processo de seleção, os requisitos e o passo a passo da inscrição? Confira nosso post e veja como é fácil participar!

O que é ProUni?

O Programa Universidade para Todos (ProUni), do Ministério da Educação (MEC), existe desde 2004 e tem o objetivo de ampliar o acesso ao ensino superior para pessoas de baixa renda.

Para isso, oferece bolsas de estudo — integrais (100%) e parciais (50%) — para alunos brasileiros em instituições de ensino particulares para cursos de graduação, presenciais e na modalidade educação a distância (EAD).

Quais os requisitos para as bolsas?

Para participar do programa, tanto para os cursos presenciais como para o formato EAD, o candidato precisa preencher os requisitos abaixo:

  • ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano anterior, com nota média superior a 450 pontos e acima de zero na prova de redação;

  • não possuir diploma de curso de graduação;

  • comprovar renda familiar per capita mensal de até um salário mínimo e meio para concorrer à bolsa integral. Para tentar a parcial, a renda familiar per capita mensal deve ser de até 3 salários mínimos.

Para conseguir fazer a inscrição do programa, o aluno deve cumprir também pelo menos uma das seguintes condições:

  • ter feito o Ensino Médio em escola pública ou com bolsa integral em escola particular;

  • ser pessoa com deficiência.

Além disso, o ProUni para EAD e para cursos presenciais também se destina a professores da rede pública de ensino, que lecionem na educação básica e façam parte do quadro permanente de funcionários da instituição. São bolsas para cursos de licenciatura e, nesse caso, não há a necessidade de comprovação de renda.

Como é feita a inscrição para o programa?

O ProUni oferece bolsas duas vezes por ano, no início de cada semestre. Para saber dessas datas e também informações sobre a inscrição, o aluno deve acompanhar o site oficial do programa. É importante ficar atento, pois o período para se inscrever é bastante curto — dura somente alguns dias.

A inscrição é gratuita e, para realizá-la, o candidato precisa saber o número de inscrição do Enem no ano anterior e a senha. Caso não se lembre, é possível fazer a recuperação no site do exame.

Depois de pesquisar as ofertas de bolsas disponíveis, deve escolher até duas opções (instituição de ensino, curso e turno), por ordem de preferência, de acordo com seu perfil.

Como funciona a seleção?

A seleção para bolsas leva em conta as maiores pontuações obtidas no Enem, de acordo com a concorrência para a opção escolhida.

Durante o período de inscrição, diariamente o site do ProUni calcula uma nota de corte, de acordo com a adesão de candidatos. Essa nota é a menor entre os que podem ser selecionados, de acordo com a quantidade de inscritos e número de bolsas disponíveis para o curso em questão.

Por isso, o aluno deve acompanhar o site e, caso julgue necessário, pode modificar as opções escolhidas até o último dia de inscrição.

Você pode fazer o acompanhamento da nota de corte, classificação e resultados também pelo aplicativo do ProUni (disponível para Android e iOS).

O que fazer depois de ser pré-selecionado?

O candidato deve se dirigir à instituição de ensino onde tenha sido pré-selecionado no período estipulado para comprovar toda a documentação que apresentou no momento da inscrição.

É importante se informar diretamente na faculdade a respeito da data, horário e local para levar esses documentos. Se o aluno perder o prazo, é automaticamente reprovado.

Como concorrer às vagas remanescentes?

Se você não foi selecionado pelo programa, não desanime de fazer uma faculdade. Após um período, o ProUni divulga as vagas remanescentes, que não foram preenchidas por desistência de aluno ou falta de documentação.

A diferença é que, dessa vez, um dos requisitos muda — o aluno pode ter participado de qualquer edição do Enem a partir de 2010 (com nota média superior a 450 pontos nas provas e acima de zero na redação).

Quais as vantagens do ProUni para EAD?

São muitos fatores que podem impedir o aluno de cursar a faculdade e abandonar os sonhos de carreira, como a impossibilidade de pagar as mensalidades e falta de tempo para estudar, principalmente para quem trabalha em período integral.

Ainda, há pessoas que não conseguem cursar o ensino superior pois estão longe de grandes centros, têm a mobilidade reduzida ou não podem se ausentar da casa por conta dos filhos pequenos.

Modalidade flexível

Por conta dessas razões, o ProUni para EAD é a chance para muita gente cursar uma graduação, o que possibilita construir uma carreira. Isso porque essa modalidade é bastante flexível, o que permite ao aluno estudar no local e horário que puder — basta ter um computador ou tablet e acesso à internet.

Dá para acompanhar as aulas e atividades por uma plataforma virtual intuitiva e ter acesso a todo o conteúdo, como se estivesse na faculdade presencialmente. O estudante pode ainda tirar dúvidas com os professores e tutores e interagir com os outros colegas.

E, apesar de muita gente ainda ter receio com esse formato de ensino, saiba que esses cursos exigem bastante dedicação do aluno e apresentam o mesmo projeto pedagógico e professores qualificados que as versões tradicionais. Além disso, o diploma é igualmente reconhecido pelo MEC. Não há motivos para se preocupar!

Fique atento ao calendário do ProUni para EAD e se inscreva em uma das opções de curso para essa modalidade. Aproveite a chance de conseguir uma bolsa para uma boa qualificação sem precisar modificar sua rotina.

Conseguimos esclarecer os principais pontos sobre esse programa do governo federal? Se você tiver mais alguma dúvida sobre o ProUni ou ainda sobre os cursos EAD, deixe seu comentário abaixo que, em breve, responderemos!

 

Deixe um comentário